Blackness Castle - Escócia

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Endereço: Linlithgow EH49 7NH  (Preço: 6 Libras por pessoa) Site oficial  →  www.historicenvironment.scot/visit-a-place/places/blackness-castle/

O castelo Blackness fica pertinho de Edimburgo, à 27 Km apenas. É um ótimo passeio bate-volta para se fazer em 1 dia. 

O Castelo data do século 15. Os primeiros registros são de 1449. É uma ex fortaleza de artilharia, com formato que lembra um barco e, por isso, é chamada de o “navio que nunca navegou”. Foi usada como prisão até o século 19.

Escócia Fort William quartel de Jack Randall Blackness Castle Outlander locações onde as cenas foram filmadas veja no Blog da Ana anacassiano.com.br

Nós estávamos de carro alugado. Acho assim bem melhor para aproveitar o tempo de visita com mais liberdade. Mas tem como ir de ônibus ou trem, e tem também as agências de turismo que oferecem o roteiro saindo de Edimburgo.

A gente se aproxima da pequena vila de Blackness através de uma estrada estreita que termina já no estacionamento do castelo.

O Blackness Castle tem uma bela vista para o delta do Rio Forth (Firth of Forth como eles dizem lá). A estrada é linda. A gente vai margeando o rio e tem ótimas vistas da ponte do rio Forth, que é enorme e se destaca na paisagem.

Ao longe, quando olhamos do castelo Blackness, temos a ilusão de que é uma ponte só. Mas na verdade são duas: Uma é a ferrovia The Queensferry Crossing (que só passa trens mesmo) e a outra é a ponte da rodovia Forth Road Bridge que liga as cidades das duas margens do canal.  

  A rodovia Forth Road Bridge e a ferrovia The Queensferry Crossing ao longe.

 

Quando a gente chega, encontra um gramado lindo que circula o castelo. Lá tem estacionamento, a bilheteria, lojinha de souvenirs e banheiros. A maioria desses prédios do gramado são de construção mais recente. Foram quartéis construídos em 1870, anexados ao Forte já existente.

É cultural dos escoceses ter mesas para pic nic nos pontos turísticos. No Blackness Castle não tem lanchonete nem restaurante. Na lojinha de souvenir só vende água e salgadinhos no pacote, tipo snacks rápidos. Então é comum das pessoas levarem seu próprio lanche.

Então entramos no Blackness Castle! Na Escócia venta muito e faz frio mesmo no verão. Então leve uma jaqueta. E toda hora cai uns respingos de chuva também, mas logo depois passa. É assim o dia todo.

O pátio central é grande e vazio, com um aspecto bastante medieval. É todo de pedras (chão e paredes) cobertos por rochas naturais e desiguais, causado pelo desgaste constante do tempo após 600 anos de história.

O castelo chegou às mãos da realeza em 1453, quando essas terras foram anexadas pelo rei Jamie II, servindo de prisão para abrigar os vários inimigos do rei. Com o tempo, foi sofrendo transformações até se tornar uma poderosa fortaleza de defesa.

Um dos aspectos mais formidáveis do castelo Blackness pode ser encontrado nas paredes de 5,5 metros de espessura, e que são perfuradas em vários locais ao nível do solo para permitir que a artilharia atirasse.

Nos pés da torre principal tem um fosso. Os prisioneiros que incomodavam os guardas eram levados para o alto da torre e lançados no fosso que funcionava como uma cova. Abaixo do fosso tinha uma entrada de água do mar, que durante a maré alta, levava os corpos dali.

Hoje o fosso está coberto por uma grade, para a segurança dos visitantes.  

Através de uma escada, podemos subir e caminhar pela muralha que contorna o castelo. Achei isso muito legal.

Transformado em uma das mais eficientes fortificações de artilharia da época, o castelo possuía um ponto estratégico onde eram colocados os canhões que apontavam para o rio. Esse ponto era chamado de Power Position.

O castelo atuou como prisão ajudando a abrigar o grande número de franceses presos durante as guerras dos séculos 18 e 19. Em 1870, tornou-se o depósito central de munição do exército na Escócia. Foi nessa época que os edifícios ao redor do pátio gramado lá de fora foram construídos, juntamente com o píer. 

Por dentro o Blackness é igualmente vazio. Não tem mobílias. Tem alguns totens onde estão escritos trechos da história escocesa relacionados com o castelo. E achei meio sombrio, acho que é por isso o nome (Castelo da Escuridão).

A visita pelo castelo não dura muito tempo. Em 1 hora no máximo dá pra circular por tudo lá. Fomos no verão, e mesmo assim não tinha muitas pessoas. Na Escócia não tem aquela abarrotação de turistas que a gente vê em outros países do mundo.

Em 1912, o exército escocês deixou o Blackness Castle para lutar na Primeira Guerra Mundial. Com o fim da Guerra, o castelo foi designado como monumento histórico e passou a ser administrado pelo Historic Environment Scotland.

 

Blackness Castle na série Outlander

Na verdade, o que tornou o castelo bem famoso e procurado para visitação foi a série Outlander. Nela, o Blackness Castle foi o Fort William, o quartel de Jack Randall. No castelo, foram filmadas várias cenas:

Blackness Castle Castelo Fort William prisão onde Jack Randall açoitou Jamie Fraser em Outlander, visite as locações Blog da Ana anacassiano.com.br anacassiano

 

Para ler tudo sobre a série Outlander no Blackness Castle clique AQUI

Para ler Roteiro Completo de Outlander: Todos os locais da Escócia onde as cenas foram filmadas clique AQUI

 

Leia também:

Edimburgo e seus Pontos Turísticos

Passeios próximos de Edimburgo

Outras cidades e passeios pela Escócia

Nossa Viagem Completa pela Escócia

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.