Culross Escócia

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 

Culross é uma aldeia bem pitoresca da Escócia, que fica à 40 Km de Edimburgo, cerca de 50 minutos de carro.

A pequena cidade é considerada um antigo burgo real. Mesmo sem nenhum rei da Escócia ter vivido lá, o local rendia muitos impostos à coroa e por isso foi transformado em um “royal burgh”. 

O vilarejo ja foi muito importante na região por causa do porto, das minas de carvão, e da  produção de sal através do processo de evaporação da água do mar em panelas aquecidas. Depois disso, quase virou uma cidade fantasma. De uns anos pra cá, o National Trust for Scotland (tombamento histórico) tem feito vários trabalhos de restauros na cidade. 

Culross é uma cidade minúscula e super tranquila, onde vivem apenas 400 pessoas! A gente quase não vê gente nas ruas.

Mas essa tranquilidade terminou em 2014, quando Culross apareceu para o mundo, virando parada obrigatória para fãs da série Outlander. Então, as poucas pessoas que vemos nas ruas são na maioria turistas que visitam a cidade por causa da série.

Além de Outlander, Culross também já apareceu em outros filmes: Kidnapped (1971), The Little Vampire (2000), The 39 Steps (2008), e Captain America: The First Avenger(2011).

 

Palácio de Culross

Endereço: Dunfermline KY12 8JH  (Preço: 10,50 Libras por pessoa)  Site oficial → www.nts.org.uk/visit/places/culross

A principal atração da cidade é o Culross Palace. Ele é uma construção amarela, de cor bem viva, que chama bastante atenção.

O que fazer em Culross Escócia. Passeio de um dia saindo de Edimburgo. Outlander, palácio de Culross jardim com conchas no chão. Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

Ele foi construido durante o século 16 à mando de Sir George Bruce, Lorde de Carnock. Como ele era um comerciante muito influente e bem sucedido na região, ele investiu pesado na construção de seu palácio. 

A visita começa com um video que explica um pouco sobre a cidade e o palácio. Achei bem legal. O interior está muito bem preservado, com belas pinturas no teto, movéis, piso de madeira e janelas antigas. Tudo do século 17 e 18.

Interior do Palácio de Culross Escócia século 17 cenário de filmes e séries Outlander. Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

A sala de visitas do Palácio de Culross é famosa por seu teto em forma de barril pintado com cenas bíblicas.

sala de visitas do Palácio de Culross é famosa por seu teto em forma de barril pintado com cenas bíblicas. Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

Muitas cenas de Outlander foram filmadas no interior do Palácio de Culross, então ao longo da visitação, a gente vê várias plaquinhas indicando isso. 

 

Os Jardim do Palácio

O jardim do palácio é de época, reconstruído para que o visitante tenha uma idéia de como seria viver em Culross em seu auge, nos séculos 17 e 18. 

Eles se orgulham muito do jardim, que tem plantadas muitas ervas, frutas e legumes. Além disso, enquanto caminhamos pelo jardim, encontramos galinhas e galos soltos ciscando pelo caminho. Achei isso muito legal.

O chão do jardim é de terra, então para não virar barro, eles cobriram de conchinhas. Não podemos esquecer afinal, que estamos na beira do mar né, o Mar do Norte.

O jardim do Palácio de Culross também foi bastante explorado pela produção de Outlander. Muitas cenas importantes foram filmadas nele.

Tem uma escadaria que a gente sobe e tem uma linda visão lá do alto. Dá pra ver o palácio por completo e o Rio Forth.

Na saída do palácio, tem uma cafeteria e banheiros. 

 

Lord Cochrane, Marquês do Maranhão

Para nós brasileiros, foi uma surpresa encontrar na calçada na frente do palácio, uma homenagem à Lord Cochrane, Marquês do Maranhão (no chão está escrito Maranham), comandante dos navios brasileiros na Independência do Brasil. 

Ele passou sua juventude em Culross, e é considerado um herói nacional britânico devido a sua participação em várias batalhas importantes como na guerra contra Napoleão, e nas lutas pela Independência do Brasil, Chile, Peru e Grécia. Tem muitas ruas e praças no Brasil que levam o nome dele.

 

Mercat Cross

Depois de visitar o Palácio e o Jardim, procure pelas ruazinhas Back Causeway e Tanhouse Brae. Elas ficam pertinho do palácio. São ruas de casinhas super bonitinhas, todas enfeitadas com flores. 

Seguindo essas ruas, a gente chega na Mercat Cross, que é uma pequena praça, marco zero da cidade. Era onde os agricultores vendiam seus produtos no século 17. Estando nessa praça, parece que voltamos no tempo.

No topo do obelisco da praça tem um unicórnio, que é o símbolo nacional da Escócia. Leia sobre isso no post → Curiosidades sobre a Escócia

 

A maré do rio Forth

Uma coisa bem interessante pra se notar nessa região da Escócia, são as marés. O Rio Forth desagua no Mar do Norte e esse exerce uma influência muito grande no volume das águas do rio. A gente nota isso claramente nas margens. 

Quando chegamos, a maré estava alta e todos os barcos ancorados na margem estavam flutuando. Quando fomos embora, estava assim, maré super baixa e os barcos encalhados na areia! Isso acontece todos os dias, é uma rotina para os escoceses. 

 

Outlander em Culross

Muitas cenas da série Outlander foram filmadas em Culross:

 

 

Para ler tudo sobre as filmagens de Outlander em Culross clique AQUI

Para ver o Roteiro Completo de Outlander por toda a Escócia clique AQUI

 

Leia também:

Edimburgo e seus Pontos Turísticos

Passeios próximos de Edimburgo

Outras cidades e passeios pela Escócia

Nossa Viagem Completa pela Escócia

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.