Harry Potter Warner Bros Studios London

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Studios Warner Bros Harry Potter Roteiro Tour visitação Leavesden Making Of Tour anacassiano.com.br Blog da Ana Histórias de Viagens anacassiano

O Warner Studios fica na cidade de Leavesden, à 1 hora e meia ao norte de Londres. 

É um lugar muito procurado e disputado. Tem que comprar os ingressos com 3 meses de antecedência. No site oficial o ingresso custa 45 libras por pessoa, mas esgota rapidinho. Se esgotar no site oficial, dá para comprar através de agências de viagem, mas o preço é bem mais salgado.

Então programe-se e compre com antecedência mesmo! Não há bilheteria no local, então tem que chegar já com os ingressos na mão, comprados com antecedência. A gente compra online e imprime o voucher. Chegando lá, ao lado da entrada tem um guichê onde eles trocam o voucher por ingressos. 

Por dia, eles têm 3 turnos de visitação, para controlar o fluxo de pessoas. Manhã, tarde e noite. Ao comprar os tickets a gente escolhe o turno que quer. 

3 horas e meia é mais do que suficiente para conhecer o Studio todo. Abre das 8:30 e fecha às 22 horas! Dá para ir por conta própria, de metrô, de ônibus..... Fica longe de Londres, mas o acesso é fácil. Como compramos através de agência, o traslado estava incluído. Mas tem muita gente que vai de ônibus da própria Warner, que passa em alguns pontos de Londres para recolher as pessoas. Tem tudo explicadinho no site oficial. 

 

Sobre os Studios Harry Potter 

A série de filmes Harry Potter tem os Studios Warner em Leavesden como se fosse sua casa por mais de dez anos. Enquanto os livros ainda estavam sendo lançados, e os filmes ainda sendo gravados, a produção ia guardando aqui em um galpão todos os cenários, figurinos, adereços, objetos, enfim tudo o que estava sendo criado especialmente para a série Harry Potter. Com isso, foi-se formando um acervo incrível, praticamente um tesouro com milhares de artefatos originais. 

Quando foi filmado o último episódio da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 em 2010, a produção decidiu oferecer aos fãs uma oportunidade única de explorar todo esse acervo, e transformou os Studios Warner de Leavesden em um ambiente repleto de cenários originais, criaturas, sons, e efeitos especiais de tirar o fôlego. 

Em 31 de março de 2012, o Studio Tour abriu suas portas, e os atores e a equipe de filmagem vieram para a inauguração. 

ATENÇÃO: O Studio Warner NÃO é um parque de diversões como o que tem lá em Orlando. Esse aqui de Londres é um ACERVO, uma demonstração de como os filmes foram gravados. É bom esclarecer isso.

 

Como é a visitação 

Assista ao video abaixo:

 

Assim que a gente chega nos Studios Warner, trocamos os vouchers pelos ingressos e nessa hora, eles nos dão um passaporte. 

Funciona assim, todas as alas da visitação tem uma máquina que prensa o papel, como um selo, para atestar que você passou por ali. À medida que vamos percorrendo os studios, vamos carimbando o passaporte. E no final do passeio, a gente fica com essa bela recordação do lugar. São vários carimbos ao longo da visitação, vou mostrar alguns, mas nosso passaporte fica cheinho deles.

Logo depois que o funcionário verifica o nosso ticket, tem uma revista de raio-x, como nos aeroportos. Depois a gente entra num salão muito grande, com um painel enorme pintado na parede, com a Hedwig, a coruja de estimação de Harry, trazendo as correspondências do mundo mágico. Com isso, a gente já vai entrando no clima.

Esse salão dá para um saguão enorme, com banheiros, guarda-volumes, lanchonete e lojinha. E dependurado no teto, fica o enorme e impressionante dragão do Gringotts Bank!

Dragão do Gringotts Bank Harry Potter Studios Warner Bros London Leavesden visitação anacassiano.com.br anacassiano Blog da Ana Histórias de Viagens

Em um canto, tem uma bancada com moldes em gesso das mãos dos atores da série, achei bem legal porque a gente pode encostar na mão deles!

DICA: Aqui nesse salão ficam funcionários da Warner alugando um Audio-Guide por 15 libras por pessoa, com informações extras sobre a visitação. Nós caimos nessa, mas achei extremamente desnecessário. São informações que se pode adquirir pelo site oficial mesmo, inclusive aqui ao longo do meu post eu já vou citar várias dessas informações e curiosidades. Então não precisa alugar não, na minha opinião. Guarde pra gastar na lojinha!

E por falar em lojinha... Na verdade é uma lojona! Com tudooooo que você pode imaginar em relação à série. Tem produtos para todos os gostos e bolsos. É uma delícia se perder por entre as prateleiras. 

    Olha quanta varinha mágica! Cada caixa é uma, e o povo compra alucinadamente. A mais barata custa 30 Libras.

 

Um dos ítens que mais gostei, foi a reprodução em miniatura das roupas do Baile de Inverno, realizado para comemorar o Natal dos alunos de Hogwarts. O icônico vestido usado por Hermione, feito de camadas de chiffon rosa, tem por toda parte!  

Bom, partindo daquele salão enorme que tem o dragão, a gente entra por uma porta, onde começa a visitação mesmo. E já de cara, a gente se depara com o quarto de Harry, que ficava debaixo da escada.

Depois disso, tem uma demonstração de video, uma conversa interativa numa sala parecida com um teatro. E então aparecem a porta do Salão Principal de Hogwarts. Quando ela se abre.... tchanãmmm! A gente pode entrar nele! Nessa hora é uma emoção só, porque a gente faz igualzinho aos atores quando eles entraram em Hogwarts pela primeira vez! 

As filmagens de Harry Potter e a Pedra Filosofal começaram em setembro de 2000, e o Salão Principal foi um dos primeiros cenários a serem construídos; um espaço bastante amplo e impressionante que pode acomodar mais de 400 pessoas. Ele foi usado nos 7 filmes de Harry Potter e agora fica nos Studios Warner à disposição para os visitantes o explorarem. 

    Todos os manequins tem a forma exata do corpo dos atores.

 

Nas paredes do Grande Salão estão os brasões originais que representam as quatro casas de Hogwarts - Grifinória, Corvinal, Sonserina e Lufa-Lufa. 

Atrás da mesa dos professores fica o famoso contador de pontos, criado exclusivamente para o primeiro filme. Cada cilindro de vidro contém milhares de contas indianas. Dizem que na época,  isso causou uma escassez de contas na Índia!

Quando a gente sai do Salão Principal, caimos num ambiente enorme, cheio de cenários, figurinos, sons e luzes. Uma coisa realmente impressionante! A gente fica pelo menos 1 hora aqui, explorando e vendo tudo. Mostro melhor no video mas vou postar algumas fotos aqui.

    Cabana de Hagrid.

    Casa de Rony: Aqui os objetos se movem sozinhos, é muito legal! Mostro no filme

 

    Olha as HORCRUXES!!!!

 

Eu imaginava que alguns atores usavam peruca, mas não sabia que TODOS usavam! Até o Harry!!!!

As varinhas usadas pelos principais personagens! São todas diferentes umas das outras.

 

A Tela Verde / Chroma Key

Na série, os cineastas usaram efeitos visuais em uma enorme tela verde, o que permitiu substituir depois por um fundo gerado por computador (Chroma Key). 

Não perdi a oportunidade de participar dessa experiência e voei numa vassoura assim como o elenco de Harry Potter fez durante as filmagens. Custou 25 Libras e eles entregam o video num pendrive bem legal, da própria Warner. 

No video abaixo, mostro meu voo de vassoura produzido pela própria Warner Bros, assista!

 

DICA: Não se empolgue muito nessa primeira parte da visita, porque ainda tem muita coisa pela frente! 1 hora e meia aqui já é o bastante. Agora é hora de dirijir-nos à Floresta Proibida para continuar o tour.

Floresta Proibida vista em Harry Potter e a Pedra Filosofal foi uma combinação de cenas feitas numa floresta de verdade e filmagem em estúdio. Em Harry Potter e a Câmara Secreta, a Floresta Proibida mudou-se totalmente para o studio, a fim de abrigar o ninho de Aragog. A floresta no studio continuou a crescer ao longo da série. Enquanto filmavam Harry Potter e as Relíquias da Morte, foram criados cenários enormes. A Floresta Proibida que está no studio da Warner hoje é formada por 19 árvores, cada uma com um diâmetro de mais de 6 metros. 

Aragog tem uma extensão de pernas de mais de 6 metros e até conseguiu sair do buraco para dialogar em Harry Potter e na Câmara Secreta. Cada pêlo de Aragog foi inserido individualmente à mão, usando uma agulha especial e muitos materiais diferentes, desde cerdas de vassouras à pedaços de coco. No set de filmagens, foram necessárias mais de 15 pessoas para operar a aranha, atuando como marionetistas das quatro patas traseiras.

Na Floresta Proibida também fica o Hipogrifo (o Bicuço). Durante a confecção dessa criatura, cada pena teve que ser colada individualmente pela equipe de criação, que estava colando penas até o último momento antes das cenas de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Durante a visitaçã, podemos ver os movimentos e barulhos que o Bicuço faz. Ele também abre os olhos e as asas. É lindo! No  filme  que eu fiz, mostro tudo direitinho.

Assim que deixamos a Floresta Proibida, tem uma lojinha com ítens inspirados na floresta e seus personagens e criaturas. Depois dela, caimos na Plataforma 9¾, onde fica a locomotiva Expresso de Hogwarts e outra loja de souvenirs, com ítens relacionados com a estação. 

A maioria das cenas que acontecem na Plataforma 9¾ foram filmadas na Estação King's Cross em Londres, no entanto, durante Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2, a plataforma da estação foi recriada aqui nos studios da Warner. 

As locomotivas reais e os vagões de passageiros foram usados ​​em locais em todo o Reino Unido para criar as vistas externas do trem. Porém, esse conjunto de vagões aqui da Warner foram construídos para gravarem as cenas internas. E de novo, entra o lance da tela verde. A produção de efeitos visuais colocou a tela verde nas janelas e depois substituiu por cenários em movimento e efeitos especiais, como por exemplo, o pular dos Sapos de Chocolate e o aparecimento dos Dementadores.

Na cena final de Harry Potter e as Relíquias da Morte, Harry, Ginny, Ron e Hermione aparecem mais velhos (19 anos depois), levando seus filhos à estação de King's Cross para enviá-los à Hogwarts. A figurinista encarregada de criar roupas para a cena, teve que manter a mesma paleta de cores da série inteira, os mesmos tons de rosa, laranja, azul e marrom.

Ao sairmos da Plataforma 9¾, a gente já cai na área da lanchonete e do restaurante. Boa hora para uma pausa! Lá eles vendem vários tipos de lanches, mas o mais procurado nem é de comer, e sim de beber!! Todo mundo quer provar a famosa Cerveja Amanteigada, servida na série dentro da pensão Caldeirão Furado. A cerveja amanteigada não tem álcool, dá pra qualquer criança beber. Tem gosto de cerveja mesmo, mas é bem doce e tem forte aroma de baunilha. 

Cerveja Amanteigada Harry Potter Caldeirão Furado visitação nos Studios Warner Bros Londres anacassiano.com.br Blog da Ana

Saindo do restaurante, tem um grande pátio com o Knight Bus, a Privet Drive, endereço dos tios de Harry, a ponte de madeira de Hogwarts, a moto-bike voadora de Hadrid e o Ford Anglia azul da família de Rony. 

E dentro da casa dos tios de Harry, as cartas voando na sala. Uma exibição perfeita!

A ponte de Hogwarts:

Como é a visitação nos Studios Warner Bros London Harry Potter Ponte de Hogwarts

Saindo desse pátio à céu aberto, entramos de novo num galpão coberto, onde fica a área das máscaras e criaturas. Graças à competência dos designer de efeitos e de maquiagem, cada criatura recebeu uma personalidade particular. Vou postar algumas fotos, mas essa parte é enorme e tem muita coisa pra ver. 

O trabalho com os Goblins foi excepcional! Para criar as cenas dentro do Gringotts Bank, 140 maquiadores de toda a Europa foram requisitados. 60 atores foram transformados em duendes em apenas quatro horas! As próteses dos duendes não puderam ser reutilizadas após serem removidas no final das filmagens do dia e, portanto, várias máscaras de cada duende foram criados para cada dia diferente de filmagens.

Foram confeccionadas 2 Capas da Invisibilidade, uma transparente com estampas em veludo de símbolos celtas e runas antigas; e uma outra com forro de tecido verde, que permitiu ao Departamento de Efeitos Visuais tornar Harry e seus amigos invisíveis na finalização feita pelo computador.

Temos acesso ao interior do Banco Gringotts e podemos ver de perto todos os tesouros.  

A equipe de efeitos especiais construiu uma tela onde é projetada a imagem do dragão cospindo fogo. É muito real, porque por trás da tela tem um lança-chamas que realmente esquenta a sala na hora da exibição. É bem legal! 

Também mostro isso no filme que fiz:

Depois que deixamos o Gringotts Bank, entramos no tão famoso Beco Diagonal! Esse cenário foi mudando ao longo da série. Os edifícios foram sendo inclinados, para criar a rua que é vista nos últimos filmes. Muitas peças originais do cenário permanecem aqui no Beco Diagonal pra gente ver de pertinho. A gente caminha pelo Gringotts Bank, o Flourish and Blotts, o Boticário do Sr. Mulpepper, a loja de varinhas Ollivanders, e muitas outras lojas que aparecem nos filmes. 

Depois vem a área de Maquetes de papel branco. Durante o processo de filmagem, antes do início da construção dos cenários, o Departamento de Arte criava um modelo em papel cartão branco. Esses modelos ajudaram o diretor e o designer de produção a analisar o tamanho e a escala e a determinar os ângulos das câmeras. Cada cenário tem sua maquete de papel!

Aí chega a hora do Castelo de Hogwarts... A cereja do bolo da visitação (e última coisa a ser vista) é o modelo detalhado do castelo.

A maquete gigante foi construída para o primeiro filme, Harry Potter e a Pedra Filosofal, onde todos os pátios e torres foram filmados e aprimorados com efeitos digitais para criar vistas inesquecíveis e realistas do castelo. Tudo era uma questão de perspectiva, e assim o castelo parecia grande, mas o tamanho real era esse aqui da maquete. A maquete é linda e gigante, e as pessoas pode andar ao redor dela.

A paisagem de Hogwarts foi filmada nas Highlands da Escócia, incluindo as regiões de Glen NevisGlen Coe e Lago Shiel. Eu estive nesses lugares, foi incrível. Eles usavam as imagens da Escócia como pano de fundo na maquete do castelo, criando assim o mundo mágico de Hogwarts.

    Meus filhos num "duelo de bruxos" rs

 

Também no Vale Glenfinnan na Escócia, fica o viaduto usado para gravar uma das cenas mais famosas da série, quando o Ford azul de Rony sobrevoa o trem para tentar alcançá-lo. O viaduto aparece nos episódios de A Câmara Secreta e O Prisioneiro de Azkaban.

Para ver mais detalhes sobre as filmagens de Harry Potter no Lago Shiel e no Viaduto Glenfinnan na Escócia clique AQUI

 

Tudo sobre Harry Potter:

 

Leia também:

Londres e seus Pontos Turísticos

Outras cidades e passeios pela Inglaterra

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.