↓ Choose the Language ↓ 

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Ilha de Hvar - Croácia

Esse post faz parte de uma série que escrevi sobre a viagem de 11 dias que fiz na Croácia com minha família, quando alugamos um carro na capital Zagreb que fica no norte, e descemos pela costa até Dubrovnik extremo sul do país, passando por várias cidades: ZagrebZadarSplitHvarStarigrad e Dubrovnik. Conto tudo aqui no blog. 

Cidade de Hvar na Ilha mais bonita da Croácia Blog da Ana Cassiano Viagem com a família verão

Hvar (pronuncia-se Ruár), é a ilha mais longa do Mar Adriático. Tem 70km de comprimento (é comprida!) mas é bem estreita. Parece uma tripinha, rs. Mas é o lugar da Croácia onde se encontram as praias mais bonitas!

A Ilha de Hvar é a "praia da moda” dos europeus antenados. Tem fama de “nova Ibiza” e é considerada a “Saint Tropez” da Croácia. Tem clima festivo, baladas e gente animada. Muitos restaurantes ao ar livre, fora as vinícolas e os campos de lavanda... A ilha de Hvar é um paraíso! 

Para chegar na Ilha de Hvar, precisa pegar uma balsa que sai da cidade de Split

Para saber tudo sobre a travessia de balsa de Split para Hvar, preço, horários e como funciona, clique AQUI

 

A Ilha de Hvar

A ilha tem várias cidadezinhas minúsculas. A maior delas (que também é minúscula rs) é a cidade de Hvar, que leva o mesmo nome da ilha só pra confundir a cabeça da gente. 

Na Ilha de Hvar tem uma cidade que se chama Hvar!

As balsas com carros chegam em Starigrad. Depois a gente dirige até a cidade que vai ficar hospedado. De Starigrad à cidade de Hvar tem uns 13 km. O catamarã (que só leva passageiros) chega direto na cidade de Hvar mesmo, o que facilita a vida de quem vai sem carro. Mas tem transporte público também, para quem precisa dele.

Na ilha toda só tem 2 estradas, mas elas atendem super bem na hora dos passeios. De carro fica fácil ir de uma cidade à outra e aproveitar tudo que a ilha tem de bom. Nós fizemos vários passeios pela ilha, e vou mostrá-los ao longo desse post.

 

Hospedagem

Importante: Na hora de procurar hospedagem na Ilha de Hvar, lembre-se que o babado todo acontece na cidade de Hvar. Então procure ficar hospedado nela ou num vilarejo próximo como nós fizemos. Nós ficamos em Milna

Alugamos um apartamento que tinha uma linda vista para o mar!

   Para quem gosta de indicações de hospedagem, ficamos na Villa Tudor. Link→ www.hvar-tudor.com/eng/aboutus.asp

 

A cidade de Hvar

A cidade de Hvar é um pequeno vilarejo da Ilha. Mas é o mais famoso, e por isso as pessoas preferem se hospedar lá. Nela não circulam carros, apenas alguns de serviço. Tudo é feito a pé mesmo. A cidade é muito bonitinha, e bem pequena também! Com uma voltinha, já dá pra conhecer tudo.

A praça principal é a Trg Svetog Stjepana (Praça São Estevão). Nessa praça fica a Catedral de Santo Estevão, com seu campanário do século 16. Nela ainda acontecem missas normalmente, todos os dias! Os sinos batem que é uma beleza.

 Praça de Hvar e ao fundo a Catedral de Santo Estevão.

 

Na Praça de Santo Estevão também fica o Prédio do Arsenal, que foi um estaleiro usado para construir embarcações nos tempos de guerra. Em 1612 abrigou o primeiro teatro público dos Bálcãs, que funciona até hoje e fica no andar superior.

        No alto do prédio do Arsenal, com uma linda vista da Praça de Santo Estevão.

 

A Praça de Santo Estevão termina no porto. Assim como em Split, o calçadão que fica de frente ao porto também se chama RIVA. Nele chegam os catamarãs vindos do continente e é onde ficam ancorados os barcos dos moradores. 

A RIVA tem o formato de um "U", com quatro lados de construção e um lado voltado para o mar, uma maravilha!

O legal é caminhar pelos 3 lados da RIVA e apreciar os vários ângulos da vista maravilhosa de Hvar.

A água é tão cristalina, que os barcos parecem flutuar no ar. 

No meio desse "U" de Hvar, fica o miolinho da cidade. Nele tem lojas, hotéis, hostels, restaurantes, bares, e uma feirinha muito charmosa que vende artesanato e souvenirs. É uma delícia andar por ali.

Seguindo a pé pela RIVA, a gente chega ao Mosteiro Franciscano, datado de 1461.

 

Becos Medievais

Ainda nessa região da Riva, ficam lindas ruelas (de mármore!) e becos medievais datados do século 13. São muitas ladeiras e escadas, um canto mais lindo que o outro. 

 

Aquitetura Veneziana

Eu sempre menciono isso nos meus posts. A Croácia fica bem em frente à Itália no mapa. Os dois países são separados apenas pelo Mar Adriático. 

Por causa dessa proximidade toda, e pelo domínio do Império Romano nos séculos 15 e 16, Veneza era dona desses mares e impôs sua cultura e arquitetura sobre os lugares que eram do seu domínio. Resultado: a Croácia tem "ares italianos”. Lembra muito a Itália! Tanto na comida e principalmente na arquitetura. Vemos isso claramente nas cidades que passamos, e aqui em Hvar não foi diferente. 

No século 6 antes de Cristo, os gregos ocuparam a ilha. Depois vieram os romanos, bizantinos, venezianos, húngaros, eslavos, e foram deixando seus rastros pelos vilarejos. Uma trajetória rica em história, mas a arquitetura que prevaleceu mesmo, foi a arquitetura veneziana.

A gente percebe claramente a influência italiana na ilha até hoje!

 

Lavandas de Hvar

A Ilha de Hvar é famosa pelo cultivo da Lavanda. Os campos ficam espalhados por toda a ilha. Maio é o mês da floração. Produtos típicos feitos com a lavanda são vendidos em barracas espalhadas por todas as cidades. Fica um delicioso cheiro de lavanda no ar! Eu estive em Hvar em agosto e não cheguei a ver os campos floridos, mas aproveitei cada barraquinha de lavanda das feirinhas e comprei muitos souvenirs. 

 

Baladas

Ao redor da Praça de Santo Estevão é onde praticamente pulsa toda a vida da cidade, com suas baladas, bares e restaurantes. Uma das coisas mais gostosas de Hvar é aproveitar essa região, tanto de dia quanto à noite. 

           Iluminada lá no alto, a Fortaleza Espanhola.

E se você gosta de baladas, a cidade de Hvar oferece muita coisa boa!

Para ir direto logo depois da praia, o Hula Hula é famoso como pré-night e melhor pôr do sol. 

A boate Veneranda que já foi frequentada pelo príncipe Harry é uma das mais procuradas (e caras). 

Além dela tem o Carpe Diem (caro também rs), um bar lounge super gostoso para começar a noite e tomar uns drinks diferentes. Mas para os que não querem pagar para entrar, ao redor da RIVA tem vários bares ótimos, um do lado do outro, tocando música alta e lotados de gente! Ai delícia. O babado é forte! 

        Na boate Carpe Diem, êita!

 

A Fortaleza Espanhola

Outro passeio gostoso de se fazer em Hvar é subir na Fortaleza Espanhola. De vários lugares da cidade, até mesmo da estrada, a gente a vê lá no alto. 

Lá de cima a vista é incrível. Vale a visita. Paga-se para entrar, mas não é caro não, 45 Kn por pessoa, uns 23 reais. Se puder, vá no pôr-do-sol, é lindo. 

É possível chegar a pé através da RIVA (uma boa caminhada!) mas eu fui de carro mesmo, muito melhor. Lá tem estacionamento grátis, uma cafeteria, um pequeno museu e uma lojinha de souvenirs de lavanda.

 

Praias da cidade de Hvar

Antes de falar sobre as praias de Hvar, preciso que vc saiba algo sobre as praias da Croácia em geral. 

As praias croatas não são como as do Brasil. Elas são de pedra, não tem areia. Tem até que comprar um sapatinho especial para andar nelas, senão dói os pés. Nem chinelo Havaianas resolve. Tem que ter a mente aberta para encarar essa diferença. Quem visita a Croácia já tem que ir sabendo disso, pra não sair falando mal depois. São praias de rochas também e por isso, algumas precisam até de escadinhas para facilitar o acesso ao mar. Mas por outro lado, são lindas e paradisíacas, de água calma e cristalina. Parecem piscinas!  

São praias bem peculiares, com muitas particularidades e fatos interessantes. Escrevi um post só sobre as praias da Croácia. Se você estiver indo pra lá, é muito importante que leia. Clique AQUI

 

Praia do Mosteiro

Na cidade de Hvar tem uma pequena praia que fica no final da RIVA, perto do Mosteiro Franciscano. É uma ótima opção para quem escolheu ficar hospedado lá mesmo e não está de carro para conhecer outras praias.

 

Praia Pokonji Dol

A praia de Pokonji Dol, onde fica o Hotel e Restaurante Mustačo, também fica próxima da cidade de Hvar, a apenas 1,5km do centro. Essa dá pra ir à pé, cerca de 30 minutos de caminhada.

 

Praia de Milna

Outra opção legal é Milna, onde ficamos hospedados. Essa praia fica à 10 minutos de carro do centro da cidade de HVAR. 

O vilarejo de Milna é minúsculo. Apesar de pequena, Milna é muito charmosa. Tem alguns hotéis, um mercadinho e uma rua com ótimos restaurantes à beira mar. 

Gostei muito de Milna e de suas praias de águas cristalinas.

 Restaurante à beira mar em Milna.

 

Passeio de barco pelas Ilhas Paklinski

Estando na Ilha de Hvar na Croácia, a gente não pode perder esse passeio de barco pelas Ilhas Paklinski. Os barcos saem do porto da cidade de Hvar.

Esse passeio é famoso, porque a gente aluga um barco de pescadores e pilota (nós mesmos!!!) sem nunca ter feito isso antes na vida! hahahaha É incrível! O dono do barco dá uma aula de 10 minutos e o resto fica por nossa conta, rs.

As Ilhas Paklinski são essas ilhotas que ficam bem à frente da cidade de Hvar. Nessa foto abaixo, dá pra vê-las direitinho. Olhando assim parece que são perto, mas de barquinho... é uma eternidade pra chegar até elas kkkkk. É uma aventura!

Navegamos bordeando as ilhas e ancorávamos onde achávamos mais bonito. É cada lugar azul turquesa que chega a arder os olhos.

Escrevi um post sobre o passeio pelas Ilhas Paklinski, contando todos os detalhes. Clique AQUI para ler.

 

Stari Grad

Quando a gente chega de balsa na Ilha de Hvar vindo de Split, é em Stari Grad que a gente desembarca. De longe, já da pra ver que é uma cidade bem charmosa.

Stari Grad fica bem perto da cidade de Hvar, apenas 20 minutos de carro. É um lindo passeio pra quem está hospedado em outra cidade da ilha. 

A cidade tem clima bucólico, é bem tranquila. Mas é cheia de restaurantes e lojinhas que vendem artesanato de LAVANDA. 

Escrevi um post mostrando com mais detalhes a charmosa cidade de Stari Grad. Para ler, clique AQUI

E para quem quiser visitar outras cidades da ilha, a dica é Jelsea e Vrboska, vilarejos do século 13 com muito menos turistas em volta.

 

Para deixar a Ilha de Hvar

Bom, passamos 5 maravilhosos dias na Ilha de Hvar, esse lugar maravilhoso mágico e DIVINO que quero muito voltar um dia quem sabe, massss chegou a hora de dármos adeus e voltar para o continente. 

Da Ilha de Hvar fomos para Dubrovnik. São apenas 212 km, mas levamos 5 longas horas de viagem porque ao longo do caminho tem estradinhas estreitas, balsa e até atravessamos um pedaço da Bósnia! Vou contar como foi. 

A gente pode sair da ilha voltando por Split, assim como viemos. Mas estávamos indo para Dubrovnik, então saímos da ilha por Sucuraj, cidade que fica na ponta oposta. 

Para atravessar a Ilha de Hvar até a balsa de Sucuraj, pegamos a estradinha perigosa e cheia de curvas, mas com vistas maravilhosas, você pode imaginar.

A cidade de Sucuraj é minúscula. O único movimento mesmo é por causa da balsa que atravessa até Drvenik.

                Na balsa.

De Drvenik até Dubrovnik a estrada é maravilhosa, com paisagens incríveis. A gente tem até que atravessar um pedaço da Bósnia, e depois voltar pra Croácia de novo. Tem que mostrar o passaporte e tudo! Clique AQUI para ler.

 

Todos os meus posts sobre a Croácia:

Curiosidades gerais sobre a Croácia

Cenários de Game of Thrones

Características das Praias da Croácia

Zagreb

Zadar    

Split

Palácio de Diocleciano em Split

Balsa de Split para Hvar

Ilha de Hvar

Passeio de Barco pelas Ilhas Paklinski

Stari Grad

Hvar→Sucuraj→Drvenik

Dubrovnik

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.