Museu de Cera de Madame Tussaud Londres

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Endereço: Marylebone Rd Londres (Preço£36) Site Oficial → Clique AQUI

Essa foi nossa 1ª visita à um museu Madame Tussaud. O museu é uma franquia espalhada por 12 países, mas em Londres foi onde tudo começou. O museu tem filiais espalhadas pelo mundo todo e variam de país para país. Nem todos possuem réplicas das mesmas celebridades. Mas em todas as filiais, o conceito do museu é o mesmo: interagir com o público de maneira divertida. 

Marie Tussaud nasceu em Estrasburgo na França em 1761. Ela aprendeu a modelar com seu patrão, o médico suíço Philippe Curtius, que fazia modelos de cera para ilustrar estudos de anatomia. Não demorou para que ela começasse a produzir seus próprios bonecos ainda quando adolescente. 

Durante a Revolução Francesa, Marie modelava máscaras de vítimas da Revolução. Com a França em momentos difíceis, já casada e com filhos, Marie decidiu abandonar o país e em 1802, mudou-se para Londres com seu filho mais novo de apenas 4 anos de idade. No navio, levou vários de seus bonecos de cera. 

Trabalhou em Londres por um tempo junto com outros artistas. Com as guerras napoleônicas, Marie Tussaud não pôde voltar para a França, então ela viajou com sua coleção por toda a Ilha Britânica fazendo exposições. Em 1822, seu outro filho veio morar com ela para juntos tocarem o negócio da família. Seu marido preferiu permaneceu na França e os dois nunca mais se viram de novo. 

O primeiro museu de cera Madame Tussauds foi inaugurado em Londres em 1835. Marie na época fez seu auto-retrato que fica até hoje em exibição na entrada do museu. Ela morreu em Londres, em 1850 com 88 anos, enquanto dormia.

Após sua morte, filhos e netos continuaram com o legado, pois eram artistas também. Hoje o museu de cera de Madame Tussaud tornou-se propriedade de um grupo, o Blackstone Group, que administra tudo, inclusive trabalha com novos artistas que criam as esculturas atuais. A instituição emprega até hoje as mesmas técnicas que Marie usava em sua época. Algumas das esculturas originais feitas por Marie Tussaud ainda existem e estão expostas no museu de Londres.

Pessoas famosas do mundo todo e de todas as épocas são clonadas em forma de bonecos de cera, incrivelmente idênticos. É uma réplica perfeita dos famosos, nas medidas, na altura, e em todos os detalhes. 

Eu não ficaria sozinha à noite nesse museu, rs. Dá até medo. A expressão dos olhos que conseguiram reproduzir nos bonecos é realmente incrível. Eles parecem vivos! Foi uma grande sacada que inventaram para imortalizar pessoas famosas.

O ambiente é todo decorado de acordo com o clonado famoso e isso aumenta ainda mais o realismo da cena. Os cenários são tão perfeitos, que alguns tem até cheiro do perfume que o famoso usava!

Logo na entrada, Elthon John nos recepciona, mas é o único boneco que não é feito de cera. Ele é todinho de CHOCOLATE! Em tamanho natural, podem imaginar?! A estátua fica dentro de uma caixa de vidro climatizada para não derreter.

Tem um ambiente que parece uma danceteria, onde fica tocando uma música alta com luzes caloridas se mexendo. Como se estivesse rolando uma festa de verdade. Aí ficam os famosos ligados à música e os astros de Hollywood. 

Depois passamos para uma área onde só tem políticos, depois outra onde só tem esportistas, e assim vai. 

Os corpos dos bonecos do museu são feitos de cera, mas os cabelos, as roupas, os sapatos e as jóias que eles usam são de verdade. Os pequenos detalhes não foram esquecidos, como tatuagens ou barbas comecando a nascer. É tudo realmente impressionante. 

E o mais legal de tudo, é que podemos tocar nos bonecos e tirar quantas fotos quiser. E é por isso que a gente se diverte, porque a gente faz poses e caras, e acaba dando fotos muito legais. Eu dei um grude no Tom Cruise e abracei o Brad Pit. E pra não deixar barato, Reginaldo passou a mão na bunda da Jennifer Lopez e da Kylie Minogue! 

Pedro olhou todos os ângulos da Britney Spears e a Júlia, ... ... bem, a Júlia só chorou de medo coitada! Apavorada de ver tanto bonecão de tamanho natural ao redor dela. Ela não tava entendendo nada, era muito pequenininha ainda. Quando passamos perto do Hulk, ele emitiu aquele som de monstro. Júlia ficou verde, da cor do boneco, e saiu correndo assustada.

Tiramos fotos com a família real, e a perfeição da Rainha Elizabeth me impressionou. E uma coisa que achei injusta: a réplica da Princesa Diana não estava junto aos membros da família real. Eles ficavam numa parte especial do salão, num patamar mais alto, e ela longe dali, no nível do chão. 

A nossa foto com David Beckham no dia do casamento dele com a Victória Spice-Girl ficou engraçadíssima, porque os noivos estavam chiquérrimos (lógico) e nós de calça jeans, camiseta e tênis, com cara de cansados e com fome. A gente ficou parecendo uns penetras da festa, rs. 

O museu se mantem muito bem informado sobre as fofocas da vida real dos famosos. Um exemplo disso é que a pobre-boneca-de-cera-Jennifer Arniston estava lá sozinha, jogadinha no fundinho do salão, enquanto o maravilhoso boneco-galã-de-cera-Brad Pit estava literalmente se derretendo todo ao lado da bonecona-gostosuda-Angelina Jolie. 

Têm dois representantes brasileiros na galeria dos famosos de Madame Tussaud: Pelé e Ayrton Senna. Os dois também eram muito fotografados.

 

Leia Também:

Londres e seus Pontos Turísticos

Outras cidades e passeios pela Inglaterra

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.