Rothenburg ob der Tauber - Rota Romântica Alemanha

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Quando a gente pesquisa sobre Rothenburg, esse é o primeiro lugar que aparece nas fotos!

 

Quando a gente pesquisa sobre Rothenburg, esse é o primeiro lugar que aparece nas fotos!

Plönlein é a famosa "bifurcação" que fica no centro histórico de Rothenburg, considerado um dos pontos mais fotografados da cidade, local que inspirou Disney para criar a vila do personagem Pinóquio

Rothenburg é uma das cidades mais famosas da Rota Romântica. É a cidade medieval mais bem preservada da Alemanha e por isso atrái muitos turistas. 

O nome “Rothenburg ob der Tauber” significa em alemão, “fortaleza vermelha acima do rio Tauber”. Rothenburg também era o sobrenome do Conde dono dessa área no ano de 970, quando a cidade surgiu.

Rothenburg é uma cidade linda, com ruas de pedras, casinhas coloridas de exaimel com florzinhas nas janelas. Parece mesmo uma cidade de livro de histórias!  

Por ser uma cidade medieval, Rothenburg é toda murada. Dentro dessas muralhas, há séculos de história datada da Idade Média. A Muralha foi construída por volta do século 13.

Infelizmente, Rothenburg foi bastante destruída por bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial. Não só a cidade mas também a muralha tiveram que passar por um minucioso trabalho de reconstrução, para ficar exatamente como era antes. Graças à isso, podemos apreciar a cidade como ela é hoje.

São 2,5 Km de muralhas e torres que circundam a cidade. É possível subir através de escadas e caminhar sobre elas. É uma experiência imperdível em Rothengurg. Ao longo do post eu vou mostrar.

 

Estacionamentos

IMPORTANTE: A visita pela cidade deve ser feita toda à pé, já que é pequena e tem seu centro limitado para o trânsito de veículos. 

Por isso, Rothenburg conta com vários estacionamentos do lado de fora das muralhas. São estacionamentos pagos, mas baratos. 

Mesmo quando a gente fica hospedado em hotéis na parte de dentro das muralhas, tem que deixar o carro estacionado fora. A gente para o carro na frente do hotel só para descarregar as malas e depois leva o carro para algum estacionamento fora das muralhas.

Eu recomendo dois estacionamenros, os mais bem localizados, pertos do centrinho: Estacionamento P4 (Galgentor) e Estacionamento P5 (Pulverturm). É só jogar no GPS. 

As fotos abaixo são da muralha na altura da torre Pulverturm, estacionamento P5, onde já estacionamos algumas vezes. A gente estaciona o carro ali e de quebra, já sobe na muralha para ver a cidade lá de cima. O estacionamento custa 8 euros a diária e para subir na muralha é grátis.

O outro estacionamento que também é bom, é o P4 que fica no final da rua Galgengasse, aos pés do portal Galgentor. Foto abaixo:

Qualquer um dos dois estacionamentos que você escolher, fica pertinho da praça principal. É uma caminhada curta. E na praça principal (Marketplatz) começa o nosso passeio...

 

Marketplatz

A praça Marketplatz fica exatamente no centro da cidade.  É onde fica o belo prédio da Prefeitura (Rathaus), uma construção gótica com uma torre do século 13, com 52 metros de altura. Pode subir na torre, são 220 degraus de uma escada em espiral.

Rothenburg é uma das cidades mais famosas da Rota Romântica. É a cidade medieval mais bem preservada da Alemanha e por isso atrái muitos turistas.  Prefeitura de Rothenburg.

 

 Vista do alto da torre.

 

Na Marketplatz também fica o prédio do Escritório de Turismo, onde podemos pegar informações sobre a cidade. É um prédio branco com um relógio de sol na fachada. Diariamente, de hora em hora, a janelinha do relógio se abre e aparece um boneco que conta uma história sobre a cidade.

Ainda na Marketplatz, fica a farmácia Marien-Apotheke, linda casa em estilo enxaimel que existe desde 1812. 

Em frente à Marienapotheke fica a fonte Georgsbrunnen, que está ali desde 1446! A fonte Georgsbrunnen é uma cisterna de 8 metros de profundidade e capacidade de 100.000 litros de água. No topo do chafariz tem a figura de São Jorge matando um dragão. 

 

Rua Herrngasse

A rua Herrngasse é super charmosa. Ela começa na Marien-Apotheke e liga a Marketplatz ao portal Burgtor. 

 Rua Herrngasse sentido Burgtor.

 

 Rua Herrngasse sentido Marketplatz.

 

 No meio da rua ficam a fonte Herrnbrunnen e a Igreja Franciscana.

 

Na rua Herrngasse tem muitos hotéis com cara de pousadinhas acolhedoras sabe! Tem também muitos restaurantes e lojas temáticas.

  Loja Teddyland, vende tudo temático inspirado no famoso urso. (Herrngasse Nº10)

Loja Teddyland, vende tudo temático inspirado no famoso urso. (Herrngasse Nº10) Quando guiei a Cláudia Sampaio.

 

 No inverno o Teddy fica lé dentro kkkk, porque ele não é bobo nem nada!!!

 

No número 12 funciona a loja Ritterladen, que é uma loja de artigos medievais, espadas etc. Tem até cinto de castidade hahahaha. Imperdível! Tem que entrar pra conhecer.

No número 12 funciona a loja Ritterladen, que é uma loja de artigos medievais, espadas etc. Tem até cinto de castidade hahahaha. Imperdível! Tem que entrar pra conhecer. Rothemburg ob der Tauber Alemanha Rota Romântica Blog da Ana Cassiano

Mas sem dúvida a loja da Herrngasse que faz mais sucesso é a Käthe Wohlfahrt.

 

Käthe Wohlfahrt

Endereço: Herrngasse Nº 1

A loja Käthe Wohlfahrt é famosa porque vende apenas artigos natalinos, durante o ano inteiro. A loja tem outras filiais menores espalhadas por Rothenburg, mas essa é a mais encantadora de todas. 

A loja Käthe Wohlfahrt é famosa porque vende apenas artigos natalinos, durante o ano inteiro. A loja tem outras filiais menores espalhadas por Rothenburg, mas essa é a mais encantadora de todas.

Tem tudo o que você possa imaginar referente a decoração de Natal. Tem que entrar mesmo se não for comprar nada, porque a loja é um sonho! 

 Relógios Cuco.

 

No andar de cima da loja também funciona o Museu de Natal, que mostra a história dos Natais da Alemanha de 1800 até 1960. São expostos mais de 5 mil itens contando suas tradições. Muitos dos artigos em exposição foram doados por pessoas do mundo inteiro. Preço para visitar o museu → 4 euros.  

 Adoro essa foto! Nossa 1ª vez em Rothenburg (2004).

 

Na frente da Käthe Wohlfahrt tem um soldadinho de chumbo em tamanho natural, ou Quebra-Nozes como queiram. Eu gosto dessa foto porque mostra o quanto meu filho cresceu, rs.

Na frente da Käthe Wohlfahrt tem um soldadinho de chumbo em tamanho natural, ou Quebra-Nozes como queiram. Eu gosto dessa foto porque mostra o quanto meu filho cresceu, rs. 2004 / 2015.

 

A boca do Quebra-Nozes se mexe de verdade, o povo adora! E a gente pode tirar fotos com o rosto lá dentro. 

Assista ao video abaixo:

 

Burgtor

Como eu disse no início desse post, Rothenburg é cercada por uma muralha que possui muitos portais e torres.

Como eu disse no início desse post, Rothenburg é cercada por uma muralha que possui muitos portais e torres. "Tor" em alemão significa portal. E ao longo do passeio pela cidade, nós veremos vários deles pelo caminho. O portal Burgtor é um deles. Ele fica no final da rua Herrengasse. 

Quero aproveitar a oportunidade para mostrar a diferença dos lugares no inverno e no verão. Se puderem escolher, façam esses passeios na primavera/verão (maio à setembro). Na Europa é assim, no inverno o dia fica cinzento e anoitece cedo. E nem sempre tem neve, porque quando tem, a paisagem até que fica bonita.

Na Idade Média aqui ficava o castelo da família Hohenstaufen, e que foi destruído num terremoto que aconteceu em 1356. Foi decidido na ocasião que uma torre fortificada deveria proteger a cidade dos invasores. Qualquer um que queria entrar ou sair de Rothenburg na época, tinha que ser pelo Burgtor, e precisava de uma autorização pra isso.

No Burgtor hoje tem um belo jardim, de onde se tem lindas vistas de Rothenburg.

 Vista do jardim no verão e no inverno. Olha a diferença!

 

St. Jakobs Kirche

Endereço: Klostergasse, 15 

Saindo do Burgtor, pegue a rua à esquerda (Tompetergäßchen). Siga até o fim e chegará na St. Jakobs Kirche.

A Igreja de St. Jakobs é a maior Igreja de Rothenburg e foi construída em 1485. Para visitar o interior da igreja é preciso pagar 2 euros. 

Nessa igreja fica o altar criado por Tilman Riemenschneider, feito em 1495. Segundo a lenda, neste altar está guardado uma gota do sangue de Cristo.

 

Weißer Turm

Seguindo pela rua da igreja de St. Jakobs, a gente chega na rua Georgengasse, uma rua linda e bem turística porque nela fica a Torre Branca

Rothenburg Alemanha Rota Romântica Seguindo pela rua da igreja de St. Jakobs, a gente chega na rua Georgengasse, uma rua linda e bem turística porque nela fica a Torre Branca.

A Torre Branca mede 34 metros de altura e foi construída no final do século 12 como parte da muralha que cerca a cidade. Foi destruída na 2ª Guerra Mundial e reconstruída tal como era antes.

DICA DE HOSPEDAGEM: Vou deixar aqui minha indicação de hotel em Rothenburg. De todos que fiquei, esse é o melhor. Fica aqui na rua Georgengasse Nº 2, super charmoso, aconchegante, hotel bem típico alemão e pertinho da Marktplatz. Recomendo! Hotel Am weissen Turm, na foto abaixo:

 

A Rua Principal

Da praça Marketplaz sai a rua principal que vai até o Plönlein, aquela bifurcação famosa, cartão postal da cidade. Essa rua principal tem dois nomes, a parte de cima (Obere Schmiedgasse) e a parte de baixo (Untere Schmiedgasse). É essa rua principal que vamos descer agora. 

Na Marketplatz também tem mais lojinhas temáticas do urso Teddy e do Quebra-Nozes. São lojas de presentes/souvenirs.

Rothenburg Blog da Ana Cassiano O que ver na cidade Na Marketplatz também tem mais lojinhas temáticas do urso Teddy e do Quebra-Nozes. São lojas de presentes/souvenirs.

Na Marketplatz esquina com a rua Hafengasse temos uma linda vista de mais uma torre medieval, a Markusturm com seu belo relógio. Vale à pena caminhar até ela e conhecer de perto a fonte Röderbrunnen. 

 A torre Markusturm.

 

Restaurante Baumeisterhaus

Endereço: Rua Obere Schmiedgasse Nº 3

Essa construção renascentista data do ano de 1596. É obra do então arquiteto da cidade, Leonhard Weidmann. A casa foi construída para um senador que na época queria viver de frente para a prefeitura.

A característica mais marcante do prédio é a fachada. Emoldurando as janelas tem colunas em formato de estátuas que representam as sete virtudes e os sete vícios (pecados capitais) da vida cotidiana. 

Por dentro, o restaurante é todo decorado com chifres de caça e tem um belo pátio central de dois andares com iluminação natural.

A comida é típica alemã e os preços são aceitáveis. Recomendo que você conheça esse lugar.

Vamos continuar descendo a rua principal, sentido Plönlein.

 Rua Obere Schmiedgasse, com a torre Silbersturm lá no fundo.

 

Mais abaixo, a rua muda de nome e passa a ser chamar Untere Schmiedgasse. Na altura do número 1 fica a entrada do Museu Criminal Medieval (Cruz Credo!) 

O museu mostra os horríveis métodos de “correção” e pena de morte utilizados na Idade Média. Há também uma ala inteira dedicada à bruxaria e caça às bruxas da Baviera. Preço da entrada: 7 euros. Eu não entrei, mas dizem que é de virar o estômago!

Na altura do número 16 da rua Untere Schmiedgasse, fica o Hotel Hirsch. É um hotel bem tradicional de Rothenburg com o preço da diária um pouco mais elevado. Os quartos são grandes e possuem vista maravilhosa da cidade. É comum casais alemães passarem a lua-de-mel no Hotel Hirsch.

 Hotel Hirsch, esse amarelinho da foto.

 

Na frente do Hotel Hirsch, fica a rua Wenggasse, uma viela charmosa, cheia de casinhas coloridas. 

Aqui também tem umas padarias/docerias que vendem a Schneeballen, doce típico alemão, que são umas bolotas redondas imitando bolas de neve, feitas de farinha e cobertas de açucar de confeiteiro. É tipo um biscoito redondo feito com várias camadas de massa folhada. Já que estamos em Rothenburg, vamos provar né!

E então finalmente chegamos à tão famosa Plönlein!

 

Plönlein

Plönlein é o termo traduzido como “um lugar pequeno e plano” ou “pequena praça com uma fonte”. Isso significa que o conjunto do Plönlein inclui a casa, a fonte e as duas torres (à esquerda, a Siebersturm) e à direita, a torre do Kobolzeller Tor. Casa do Pinóquio Blog da Ana Cassiano

Muitos pensam que o nome Plönlein se refere à casa amarela da foto, mas na verdade Plönlein é o termo traduzido como “um lugar pequeno e plano” ou “pequena praça com uma fonte”. Isso significa que o conjunto do Plönlein inclui a casa, a fonte e as duas torres (à esquerda, a Siebersturm) e à direita, a torre do Kobolzeller Tor.

A torre Kobolzeller (à direita) foi construída em 1360, e o portal Kobolzeller é a saída mais próxima da área em que se localiza a Ponte do Rio Tauber, que dá nome à cidade. Pode subir na torre, de onde temos uma linda vista do vale do rio Tauber. Claro que no verão a paisagem é bem mais bonita!

 Meu filho sobre a muralha do portal Kobolzeller.

Seguindo mais à frente pela rua Mühlacker, a gente chega nessa construção de telhado bastante interessante. Aqui funcionava o antigo moinho da cidade e hoje serve como Albergue/Hostel.

 DJH Jugendherberge Rothenburg.

 

Spitaltor

E para terminar o nosso roteiro em Rothenburg, não poderia ser melhor essa visita ao portal Spiraltor. Ele é incrível tanto por fora quanto por dentro. Tem ponte levadiça, fosso e canhões. Pode visitar tudo de graça. 

 Com a torre Stöberleinsturm lá trás.

E das janelas medievais, a melhor vista de despedida que Rothenburg poderia nos dar.

E para terminar o nosso roteiro em Rothenburg, não poderia ser melhor essa visita ao portal Spiraltor. Ele é incrível tanto por fora quanto por dentro. Tem ponte levadiça, fosso e canhões. Pode visitar tudo de graça.

 

Curiosidades sobre filmes

Além de Pinóquio, outros filmes tiveram relação com Rothenburg.

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 (2010) e Parte 2 (2011): Rothenburg serviu de local de filmagem para um flash rápido em uma cena em que Grindelwald rouba uma varinha da casa de Gregorovitch. 

Harry Potter em Rothenburg Blog da Ana Cassiano

Para ver todas as locações de Harry Potter que eu já visitei clique AQUI

 

A Little Snow Fairy Sugar é uma série de anime japonesa que estreou no Japão em 2002. A história é baseada na vida real da cidade de Rothenburg.

 

Leia também:

A Rota Romântica

Nördlingen

Würzburg, a 1ª cidade da Rota Romântica

Wertheim → Castelo + Outlet

Outras cidades e passeios pela Alemanha

    

Clique e acesse minhas Redes Sociais

    

     

    

    

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.