São Petersburgo - Rússia

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

São Petersburgo é uma cidade de 3 nomes: Foi fundada em 1703 pelo imperador Pedro, o Grande… que se auto-homenageou ao escolher o nome da cidade. Alguns séculos depois, durante a primeira guerra mundial, o nome foi mudado para Petrogrado pois já que o país estava em guerra contra a Alemanha, queriam se livrar da terminação alemã (burg). Alguns anos depois, em 1924, a cidade foi rebatizada de Leningrado como uma homenagem ao recém-falecido Lênin. Em 1991, a população local votou pela restauração do nome original.

São Petersburgo é a segunda maior cidade da Rússia. Fica às margens do rio Neva, no Golfo da Finlândia, Mar Báltico. 

 

Avenida Nevsky Prospect

A avenida principal da cidade é a Nevsky Prospect. Caminhar por ela, da Ponte Alexander Nevsky até o Museu Hermitage, é o principal passeio em São Petersburgo. É uma longa caminhada, mas a avenida é plana, e a gente passa por vários pontos turísticos, pontes, monumentos, catedrais, lojas, restaurantes e museus.

Independente de onde vc estiver hospedado, pegue o metrô e desça na estação mais próxima da Ponte Alexander Nevsky, que é a Estação Novocherkasskaya, na avenida Zanevskiy Prospect

Estação Novocherkasskaya São Petersburgo Rússia Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br  É assim que se escreve "Estação Novocherkasskaya" em russo!

 

Caminhe até a ponte Alexander Nevsky e a atravesse à pé, é bem legal. As pontes sobre o Rio Neva são levadiças, para permitir a passagem das grandes embarcações, se levantam durante a madrugada, e com isso o trânsito de carros e pedestres fica interrompido até às 5 da manhã. 

Mas durante o inverno, como o rio congela, não há movimento fluvial, razão pela qual as pontes permanecem abertas para as pessoas passarem a noite inteira, que foi o nosso caso.

Rio Neva congelado São Petersburgo Rússia no Inverno, o que fazer. Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br Rio Neva congelado.

O que fazer em São Petersburgo no Inverno! Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br Monastério Alexander Nevsky ao fundo.

 

Assim que sai da ponte, a gente já cai na Avenida Nevsky Prospect. Então é só começar a caminhar por ela e explorá-la.

 Estação de metrô Ploschad Vosstaniya.

 

 Hotel Corinthia, onde a Seleção Brasileira se hospedou durante a Copa na Rússia 2018, quando o jogo aconteceu em São Petersburgo.

 

 Ponte Anchichkov Bridge, sobre o rio Fontanka.

 

Rio Fontanka congelado, São Petersburgo Rússia Blog da Ana Cassiano anacassiano Rio Fontanka (congelado também)!

 

Nesse video abaixo eu mostro que existe vida abaixo de zero! kkkk. Mesmo com o frio congelante, as ruas ficam cheias de pessoas e carros, tudo na maior rotina por aqui. Assista:

 

Catedral do Sangue Derramado

Catedral do Sangue Derramado São Petersburgo Rússia, como é a visitação. Blog da Ana Cassiano Rússia no inverno, o que fazer. anacassiano.com.br

Continuando pela avenida Nevsky Prospect, a gente chega num pequeno canal, o Canal Griboyedov. Virando à direita na avenida do canal, que leva o mesmo nome, a gente chega na Catedral do Sangue Derramado.

 Canal Griboyedov.

 

A Catedral do Sangue Derramado é um dos principais cartões postais da Rússia. É uma Igreja ortodoxa que leva esse nome por ter sido construída no exato local em que o imperador Czar Alexandre II foi morto por terroristas, em 1881.

Para ler tudo sobre a Catedral do Sangue Derramado clique AQUI

 

Catedral de Nossa Senhora de Cazan

Continuando o passeio pela avenida Nevsky Prospect, a gente encontra a Catedral Nossa Senhora de Cazan, que é um templo ortodoxo construído em estilo imperial. Após as Guerras Napoleônicas, tornou-se um memorial militar para celebrar a vitória russa. Em 1932, após a Revolução Socialista que definiu a Rússia como Estado ateu, a Catedral tornou-se um museu das religiões. 

Bem na frente, tem dois cafés bem gostosos, de dois andares, com janelões e vista privilegiada para a catedral, que são o Cafe Singer e o Starbucks.

 Vista do Café Singer.

 

Palácio do Estado Maior

No final da avenida Nevsky Prospect, a gente chega no Palácio do Estado Maior e logo atrás dele, fica o Hermitage Museu.

Palácio do Estado Maior abriga os Ministérios das Relações Exteriores e das Finanças. Em frente à Praça do Palácio Dvortsovaya Ploshchad destaca-se a Coluna de Alexandre, marco comemorativo da vitória de Alexandre II sobre as tropas de Napoleão Bonaparte. No topo da coluna situa-se um anjo segurando uma cruz, e consta que o rosto do anjo foi modelado de forma a reproduzir as feições do imperador. 

 A Coluna de Alexandre, à direita da foto.

 

Palácio do Estado Maior, São Petersburgo. O que fazer na Rússia no inverno. Blog da Ana Cassiano anacassiano

 

Museu Hermitage

Localizado no Palácio de Inverno, a antiga residência oficial dos czares abriga uma das maiores coleções de arte do mundo. Este palácio verde e branco em estilo barroco destaca-se por suas dimensões e imponência. Ao todo o prédio tem 1786 portas, 1945 janelas e 1057 salões ricamente adornados.

Museu Hermitage, São Petersburgo no Inverno, o que fazer? Blog da Ana Cassiano

 O Hermitage fica às margens do Rio Neva.

 

 Ponte The Palace Bridge.

 

 Ponte Birzhevoy.

 

 Esse navio é o Restaurante Letuchiy Gollandets, que fica na praça da Memorial Stone.

 

 Do outro lado do Rio Neva, com uma bela visão de frente do Museu Hermitage.

 

 Cais de desembarque de passageiros dos barcos, porém, no inverno com o rio congelado, ele fica sem utilidade rs.

 

Fortaleza de Pedro e Paulo

Foi aqui que a cidade de São Petersburgo foi fundada. A data de início da construção desta fortaleza — 27 de maio de 1703 (16 de maio no calendário juliano) — é considerada a data de aniversário da cidade.

Sua construção foi feita por determinação do Tsar Pedro, O Grande, com a finalidade de defender esta região dos ataques das tropas suecas que dominavam o mar Báltico durante a Grande Guerra do Norte (1700–1721). Durante muitos anos as suas instalações foram utilizadas como prisão política. Hoje é uma grande praça com restaurantes, banheiros e museu.

O centro do conjunto da antiga fortaleza é a Catedral de São Pedro e São Paulo. Este templo tem sido o local de sepultamento dos imperadores russos desde o tempo do Tzar Pedro, O Grande. Em 1998 os restos do último imperador russo Nicolau II e sua família foram enterrados na catedral.

 

Cerco de Leningrado

Durante a Segunda Guerra Mundial, Leningrado (nome também de São Petersburgo) foi um dos alvos das tropas de Hitler, que acreditava que capiturar a cidade de Lenin seria o golpe final na Rússia. A cidade foi bloqueada de qualquer contato externo entre novembro de 1941 e janeiro de 1944, e como resultado, mais de um milhão de pessoas morreram de frio, fome e doenças. Foi o mais longo, destrutivo e letal dos cercos à cidades na história moderna. Em 1945, a Leningrado recebeu o título de cidade heróica pela resistência exemplar de seus cidadãos. São Petersburgo resistiu por 900 dias ao cerco alemão.

Para homenagear e manter viva as lembranças dos tempos do cerco, um imenso memorial foi criado próximo à estação de metrô Moskovskaya. A Praça da Vitória, como é chamada, tem imensas estátuas que mostram um povo unido e cenas típicas da guerra (como soldados se despedindo de seus familiares). O local possui também um grande acervo de fotos, ilustrações e objetos usados durante o período do cerco. Paga para visitar, mas é barato. 

 

Strogonoff, uma invensão de São Petersburgo

Todo mundo pensa que o Strogonoff é francês, mas não é! O prato mundialmente popular chamado strogonoff foi inventado em São Petersburgo. Foi criado pelo chefe Charles Briere especialmente para o Conde Paulo Stroganoff, um diplomata russo do século 19. Dizem, que o prato foi julgado em uma competição entre chefes de cozinha e ganhou o primeiro lugar. Nos hotéis da Rússia é muito comum encontrar strogonoff para comer até no café da manhã.

 

O Palácio de Catarina

Palácio de Catarina é um palácio Rococó da Rússia que serviu de residência de verão para os Czares. Fica localizado na cidade Tsarskoye Selo (que se chamava Pushkin durante o periodo soviético), à 25 quilometros de São Petersburgo. É pertinho, dá pra ir de trem.

Palácio de Catarina como ir de trem. Blog da Ana Cassiano Rússia São Petersburgo anacassiano.com.br

Foi deste palácio que o último Tzar russo, Nicolau II (o último imperador da Rússia) e sua família foram levados pelos bolcheviques, após a revolução russa. Conduzidos até a Sibéria, seriam todos executados em 1918. 

Até hoje é lembrada a história de Anastácia, filha mais nova do Tzar, que, segundo a lenda, teria conseguido escapar dos revolucionários e sobrevivido, vivendo para sempre anônima em local desconhecido. 

Para ler tudo sobre o Castelo de Catarina clique AQUI

 

Assista ao video abaixo:

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.