↓ Choose the Language ↓ 

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Torre de Miroku - Templo Luz do Oriente

Torre Miroku de São Paulo Templo Luz do Oriente réplica do Horyu do Japão na represa Billings Passeio de barco com dragão dourado na proa Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

Hoje vou mostrar mais um lugar em São Paulo que vai te surpreender, a Torre de Miroku, no Templo Luz do Oriente, que fica na Represa Billings no município de Ribeirão Pires, grande São Paulo. Essa Torre é uma réplica exata do Templo Houryu, que fica na cidade de Nara no Japão.

O Templo segue a Doutrina Messiânica: não há preceitos nem restrições. É uma religião voltada a um plano universal, que abrange toda a humanidade. É absolutamente livre, não proíbe seus adeptos a praticarem outras religiões. A igreja segue os ensinamentos de Meishu Sama, fundador da doutrina messiânica. Vou falar dele mais à frente.

O legal desse Templo é que só é possível chegar até ele através de um barco que tem um dragão dourado na proa.

         O barco se chama Koryu, que significa Dragão Dourado. Ele é a divindade protetora das águas.

 

O Templo fica numa propriedade particular e não dá para chegar de carro, só de barco mesmo. O passeio é administrado pela agência Uaka Tour. 

Coloque no GPS o seguinte endereço: Avenida Palmira, 450 – Ribeirão Pires. É um Clube Aquático, o Tahiti Náutica Club. De lá, sai o barco. A gente compra o ticket na hora mesmo, mas pelo site da agência, também pode fazer reserva com antecedência. Os ingressos custam 80,00 reais por pessoa, mas sempre há promoções. Quando eu fui, todos estavam pagando a metade! 

** O link da agência Uaka Tour é esse uakatour.com.br/

Os barcos saem de 2 em 2 horas. O percurso de navegação é rápido, apenas 10 minutos. O barco é seguro e possui coletes salva-vidas. Também tem um Guia que auxilia no embarque, acompanha os visitantes até o Templo e fala sobre a história do lugar. A paisagem ao redor é linda.

    Logo a Torre de Miroku surge de dentro da vegetação fechada.

 

Assim que a gente desembarca, o Templo já está ali bem na nossa frente.

         O Guia nos explica tudo sobre o complexo. Aqui dentro tem banheiros, lanchonete e uma lojinha.

 

Logo no início da visita, há uma fonte de água, onde as pessoas se lavam antes de entrarem na Torre. É um gesto simbólico de purificação. 

Assista o video abaixo:

Em meados do ano 2000, o projeto da torre começou a ser idealizado pelo Reverendo Nakahashi, juntamente com um grupo de membros do Templo Luz do Oriente. No final do mesmo ano, a construção foi iniciada. Em 21 de junho de 2014, a parte principal da Torre de Miroku foi concluída. Em seu topo, foi colocada a relíquia de Meishu Sama, tornando a construção um corpo sagrado, para simbolizar a ligação entre a Terra e o Céu, o homem e Deus. 

Com o intuito de despertar no ser humano a sua essência divinal, Meishu Sama, o fundador da doutrina messiânica, idealizou a criação de modelos que representassem o mundo ideal – local pleno de Verdade, Virtude e Beleza – onde o homem pudesse alcançar níveis mais elevados de espiritualidade. Para cumprir esse propósito, o Complexo da Torre de Miroku oferece a seus visitantes uma harmoniosa contemplação do belo, representado principalmente pela Torre, e uma oportunidade de conexão com as divindades ali presentes.

Se a Torre de Miroku fosse feita de acordo com os padrões japoneses, apenas por encaixes de vigas sem o uso de concreto, pregos ou parafusos, o seu interior teria que ser fechado e vazio, por questões de segurança. Mas no projeto da Torre foi utilizada a técnica mista de construção. A estrutura interna de vigas e colunas é constituída de concreto, e a sustentação do telhado de cinco andares foi feita no padrão japonês de encaixe de madeiras sem a utilização de pregos e parafusos. Sendo assim, tornou-se uma construção segura, à ponto de permitir que haja algo dentro da Torre (no caso um altar de orações e a imagem da Deusa Kannon).

No interior da Torre de Miroku, encontra-se a imagem de Hinode Kannon esculpida em madeira e folheada a ouro, medindo 6 metros de altura. Como não pode fotografar dentro da Torre, peguei essa foto na internet.

Há um belo jardim ao redor da Torre de Miroku, chamado de Rota Sagrada. Nele há uma réplica da imagem de Nossa Senhora, encontrada por pescadores em um rio na cidade de Aparecida. Essa mesma história já havia acontecido há muuuito tempo antes no Japão; uma imagem igual foi descoberta por pescadores nas águas do rio Sumida, que atravessa Tóquio. 

     O Jardim Zen representa a natureza apenas com pedras e areia. Expressa o valor da quietude e da interioridade. Cada detalhe tem um significado. Os riscos na areia por exemplo, representam o fluir da água.

 

     Flor de Lótus.

 

Essa é a Shinkyo (Ponte Sagrada). Ela simboliza a transição do mundo material para o mundo espiritual. Ao atravessar a ponte, as pessoas deixam para trás as atribulações do cotidiano para se concentrarem exclusivamente no mundo espiritual. Ela é pintada dessa cor para espantar o Mal. No Templo há 3 pontes.

Veja no Blog da Ana Cassiano todos os Templos de São Paulo anacassiano.com.br

Como fonte para escrever esse post, consultei a página oficial do Templo Luz do Oriente. Vou passar o link aqui, porque lá tem outras informações sobre cerimônias, outros símbolos e significados, e fala mais sobre a religião Messiânica. Se você estiver interessado, o link é esse  www.temploluzdooriente.org.br/templo-luz-do-oriente/

 

Conheça outros Templos em São Paulo

Adoro conhecer templos. Eles me trazem paz e tranquilidade. Um passeio perfeito pra fugir da agitação frenética do dia à dia. 

São Paulo é uma cidade onde vivem muitos japoneses, chineses e coreanos. Eles trouxeram muita referência cultural e religiosa para cá. Na cidade existem muitos templos de origem oriental, onde esses asiáticos praticam suas orações e meditações. Esses templos são abertos para visitação. São passeios bem interessantes, onde podemos praticar a imersão cultural.

Para ver todos os Templos de São Paulo que eu já visitei, clique AQUI 

 

Leia também:

Tudo de legal para se fazer na cidade de São Paulo

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.