Zadar - Croácia

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

Esse post faz parte de uma série que escrevi sobre a viagem de 11 dias que fiz na Croácia com minha família, quando alugamos um carro na capital Zagreb que fica no norte, e descemos pela costa até Dubrovnik extremo sul do país, passando por várias cidades: ZagrebZadarSplitHvarStari Grad e Dubrovnik. Conto tudo aqui no blog. 

Saímos de Zagreb pela manhã e pegamos estrada no sentido de Zadar. As estradas da Croácia são lindíssimas, organizadas, sem buracos e com pedágios. Uns trechos são mais caros, mas a maioria são baratos. Pegamos um pouco de trânsito para sair de Zagreb, afinal era domingo e verão! Os zagrebianos também estavam indo para o litoral. Além disso, vem muita gente de fora. Tinha muitas placas de carro da Eslovênia, Holanda, Alemanha, Itália e Hungria. 

        Pedágio saindo de Zagreb.

 

Adoro fazer videos curtinhos, só pra ilustrar certos momentos. Então fiz esse na estrada, com direito a rádio croata tocando na hora hahahaha. Assista:

 

De Zagreb à Zadar levamos 4 horas e meia de viagem. Nem é tão longe assim, são apenas 270 Km, mas a estrada atravessa uma área de montanhas, é cheia de curvas fechadas e tem que diminuir bastante a velocidade. Chega a ser cansativo. Por isso, nas paradas, íamos nos revezando no volante. 

Viaje pela Croácia de carro com a famíla nas férias de verão. Blog da Ana Cassiano Histórias de viagens

Atravessamos o Parque Nacional do Plitvice, uma longa área de montanhas rochosas bem brancas, secas e calcáreas. Os Lagos Plitvice é uma região turística muito visitada, onde ficam as famosas cachoeiras. Mas no roteiro que fiz não teríamos tempo para conhecer tudo, então eu eliminei Plitvice. É uma coisa meio ecoturismo sabe, com trilhas e longas caminhadas pela mata. Não era o nosso propósito nessa viagem. Então ficou para uma outra vez, quem sabe.

Ao longo da estrada, dá pra ver vários lagos da região de Plitvice.

 

Hospedagem

Enfim chegamos em Zadar e fomos direto para nossa hospedágem. Como eu já disse no post de Zagreb, o sistema de estadia aqui na Croácia é bem peculiar. Na hora de procurar por hotéis, aparece a oferta de muitos "Apartments", que são praticamente a casa da pessoa! Não chega a ser um AirBNB, mas é muito parecido. Os lugares têm quarto, sala, cozinha, varanda, jardim, enfim, é praticamente uma casa que o croata monta para nos receber. E isso é sensacional, porque vira uma viagem de experiência, onde a gente vivencia a vida de um cidadão local. Geralmente essas hospedagens ficam nos bairros, e isso é muito legal, porque a gente não fica parecendo turistas. 

Essa foi nossa hospedagem em Zadar. Os donos moram no térreo e nós ficamos no 1º andar. No apartamento tinha de tudo, até máquina de lavar roupa!

Descarregamos as malas, tomamos banho e fomos enfim conhecer essa cidade incrível. Coloquei Zadar no roteiro porque nela acontecem dois grandes espetáculos que atraem turistas do mundo inteiro: o Órgão do Mar (Sea Organ) e o Saudação ao Sol (The Greeting to the Sun). 

        Zadar vista do alto. Foto: Wikipédia.

 

 

O Órgão do Mar

O Sea Organ é uma construção simples e ao mesmo tempo incrível feita em 2005 pelo arquiteto local Nikola Basic, que conta com a ajuda da natureza para se tornar única no mundo. 

Basicamente, são tubulações gigantes encravadas numa escadaria de pedras à beira mar. O ar é empurrado pela força da água para dentro dos tubos, produzindo sons aleatórios e contínuos. Como o som depende do volume de água, da velocidade e do tempo entre uma onda e outra, nunca se ouvirá a mesma melodia. É um espetáculo sem fim, orquestrado pela mãe natureza e pela imaginação do homem. 

Perto do pôr do sol, o show fica ainda mais bonito. A beleza do horizonte aliado à música do órgão tocando é uma maravilha que leva os turistas para o lugar só pra ficar apreciando e curtindo. 

Órgão do Mar Zadar Croácia Sea Organ Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

Alfred Hitchcock quando passou pela cidade escreveu: “Enquanto o sol se põe, um silêncio contemplador toma conta das pessoas e tudo que se pode ouvir é a música do Adriático, tocada pelo Órgão do Mar.” 

Zadar Croácia, o que fazer na cidade com a família no verão, Marina de Zadar          Nós na marina de Zadar.

 

É claaaaaro que eu fiz um video né! Não poderia deixar de registrar esse momento. Assista abaixo:

 

Saudação ao Sol

(The Greeting to the Sun) Ali bem próximo do órgão do mar, um círculo gigante no chão, formado por 300 placas de vidro, armazena a energia solar durante o dia. Quando anoitece, a energia é liberada num jogo de luzes e cores impressionante! Uma loucura psicodélica linda, fruto também da mente fértil de Nikola Basic. Nossa, aqui a galera pira! É realmente uma coisa muito legal gente!

The Greeting to the Sun, Saudação ao Sol em Zadar na Croácia. Blog da Ana Cassiano, Viagem com a família de carro pela croácia no verão

Assista ao video abaixo:

 

Centro Histórico

Influência Veneziana

A Croácia fica “do ladinho” da Itália. Os dois países são separados apenas pelo Mar Adriático. 

Por causa dessa proximidade toda e pelo domínio do Império Romano nos séculos 15 e 16, Veneza era dona desses mares e impôs sua cultura e arquitetura sobre os lugares que eram do seu domínio. Resultado: a Croácia tem "ares italianos”. Lembra muito a Itália! Tanto na comida e principalmente na arquitetura. Vemos isso claramente nas cidades que passamos. Zadar é uma delas.

Zadar é mais uma das diversas cidades muradas que se pode encontrar na Croácia. Dentro de seus portões medievais acontece todo o burburinho de lojas, restaurantes, bares e as magníficas das ruínas do Fórum Romano, remanescente do período em que a Croácia pertencia à Veneza.

            Praça Zeleni.

 

Zadar lembra muito a Itália!

Uma curiosidade: Nós vimos algumas piscinas de pólo aquático no mar, perto da orla. Fiquei sabendo que quando tudo isso aqui ainda era Iugoslávia, eles eram campeões de esportes aquáticos, principalmente o pólo. Mas infelizmente depois da guerra civil que atravessaram, as piscinas dos clubes e centros de treinamento foram destruídas. Então, para manter a fama de melhores do mundo, continuaram treinando mesmo assim, porém em piscinas improvisadas no mar! Um costume que fazem até hoje.

No dia seguinte, deixamos Zadar e partimos para Split! Acompanhe aqui pelo Blog!

 

Leia também:

Nossa viagem completa pela Croácia

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.