Zezão Grafiteiro

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Zezão grafiteiro de São Paulo Grafites na cor azul, galerias pluviais de SP Arte de rua Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

        Estação da Luz

 

José Augusto Amaro Handa, mais conhecido como Zezão, é um grafiteiro que, desde 1995 realiza suas obras principalmente nas galerias pluviais de São Paulo. Sua principal característica é brincar com o repertório do azul.

      Córrego Mandaqui

 

O grafite surgiu na vida do artista em 1995, como forma de manter sua ligação com a rua, estremecida por um acidente que lhe impediu, aos 24 anos, de continuar andando de skate. Ex-moto boy, com um passado de dificuldades financeiras e existenciais, Zezão se identificava de uma certa forma com a urbanização descontrolada de São Paulo. A relação com o subterrâneo tornou-se uma escolha consciente, fruto de uma sensação que já existia dentro de si.

       Rio Tietê

 

Incentivado por Binho Ribeiro, e inspirado nos então já populares “Os Gêmeos”, Zezão começou no quintal do próprio Binho. Quando se deu conta, estava determinado a deixar sua marca pelos cantos mais sombrios da cidade.

Mas a forte repressão policial do final dos anos 90 fazia da rua um lugar difícil de trabalhar. Uma profunda necessidade de continuar pintando levou Zezão ao Moinho Matarazzo, uma fábrica abandonada. Frequentado por todo tipo de excluídos sociais e cheio de muros em ruínas, foi no Moinho que Zezão praticou e desenvolveu a sua arte.

 

As galerias pluviais

Já ambientado a pintar nessa espécie de submundo povoado por viciados, travestis e moradores de rua, no ano 2000 Zezão foi naturalmente atraído pelas galerias subterrâneas de águas pluviais. De novo, ele encontrou um lugar cheio de paredes pouco ou nada vigiadas para deixar sua marca.

O interesse do artista no subterrâneo, inicialmente, era o mesmo que no caso da fábrica: um lugar cheio de passado, decadente, sujo, ignorado pela população acima dele. O que o movia era a busca do ponto exato onde pudesse fazer seu desenho para depois fotografar. Se por um lado Zezão buscava solidão, por outro, nunca deixou de querer que seu trabalho fosse visto. Então ele fotografava.

Aproveitando todas as dicas de fotógrafos profissionais que passaram a acompanhá-lo no subterrâneo e fazendo incansáveis testes de luz e lente em casa, o artista aperfeiçoou-se em mais esse suporte, a fotografia. Daí para o vídeo foi só mais um passo.

Hoje, Zezão é reconhecido no mundo todo, e já tem vários trabalhos expostos no exterior.

                   Frankfurt, Alemanha.

 

     Colônia, Alemanha.

Minha filha fez uma interpretação pessoal do trabalho do Zezão, e pintou essa tela pra mim.

 

Beco do Batman

Conheça o famoso quarteirão dos grafites de São Paulo, o Beco do Batman, uma tela de arte à céu aberto. Clique AQUI para ler

 

Escadaria das Bailarinas

Outro cantinho charmoso de São Paulo que você tem que conhecer é a Escadaria das Bailarinas. Para ler clique AQUI

 

Leia também:

Tudo de legal que tem para conhecer na cidade de São Paulo

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.