Meridiano de Greenwich

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Visitar o Meridiano de Greenwich é um passeio imperdível pra quem está em Londres. Dá pra ir e voltar no mesmo dia. Lá tem vários restaurantes na rua principal onde dá para almoçar deliciosamente. A cidade é bem pequenininha. 

Saindo de Londres, é só pegar um trenzinho especial. Nas estações do metrô eles dão todas as informações de como chegar em Greenwich. É super tranquilo, um monte de turista faz sem problema algum. 

 

Gostaria de comunicar que eu e meu marido nos separamos...

Eu fiquei no lado ocidental da terra e ele no lado oriental, rs. Essa foi uma das fotos divertidas que tiramos em Greenwich, onde passa o meridiano que divide a Terra em dois hemisférios, o Leste e o Oeste. 

Tem uma linha no chão, exatamente onde passa o meridiano e ao lado fica escrito a longitude das principais cidades do mundo. 

passa o meridiano que divide a Terra em dois hemisférios, o Leste e o Oeste. Tem uma linha no chão, exatamente onde passa o meridiano e ao lado fica escrito a longitude das principais cidades do mundo.

Os astrônomos mais famosos da história viveram lá por causa da posição geográfica favorável e de todos aqueles telescópios incríveis. O observatório é aquele que o teto é redondo e se abre para o telescópio se posicionar. É muito interessante. Fica no alto de uma colina, de onde se tem uma vista linda de Londres ao longe. Imagino que numa noite de céu aberto e estrelado, aquilo alí deve ser uma piração para os astrônomos.

É muito interessante. Fica no alto de uma colina, de onde se tem uma vista linda de Londres ao longe. Imagino que numa noite de céu aberto e estrelado, aquilo alí deve ser uma piração para os astrônomos.       Londres ao fundo.

 

Greenwich também se encarrega de acertar os relógios do mundo todo. Esta é uma tradição que vigora desde os tempos das grandes viagens marítimas européias. No alto do observatório, tem uma bola bem grande presa numa haste, tipo uma antena. Todos os dias, exatamente às 13 horas, essa bola é arremessada para o alto e volta deslizando lentamente pela haste. Isso se repete desde 1833 e era assim que os navios acertavam seus relógios. Eles ficavam ancorados na frente do observatório e quando a tal bola subia, marcavam 13 hrs nos relógios e seguiam viagem.

Por causa desta histórica ligação com o tempo, lá funciona um museu sobre relógios. Naquela época, os relógios das embarcações não eram muito precisos. A simplicidade das máquinas, a temperarura e o movimento das ondas desorientavam os ponteiros, causando uma grande confusão. O museu mostra as brilhantes (e engraçadas) engenhocas que os astrônomos desenvolviam para os navios levarem à bordo em busca da precisão das horas.

Quando descemos a colina do observatório, que fica dentro de um parque bem grande e muito bonito, chegamos na cidadezinha de Greenwich, onde almoçamos antes de voltar para Londres. Achei bem apropriado e muito interessante o apelo "de marketing" de uma loja que se chama A Primeira Loja do Mundo, pois é a primeira que a gente avista quando sai da longitude zero. 

 

Leia também:

Londres e seus Pontos Turísticos

Outras cidades e passeias pela Inglaterra

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.