Palácio do Minotauro - Ilha de Creta Grécia

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

A Ilha de Creta bombou na mitologia grega, kkkk. Foi nela que nasceu Zeus e onde morou o Minotauro. 

No caso do Minotauro, ele tinha até um palácio! Tinha não, TEM! Porque as ruínas do castelo estão lá até hoje para serem visitadas. É um dos pontos turísticos da ilha de Creta mais procurados pelos turistas.

O palácio fica na cidade de Knossos, e por isso leva o nome de Palácio de Knossos. É um sítio arqueológico de um castelo construído no ano 2000 A.C

Segundo a lenda, o lugar foi projetado pelo arquiteto Dédalo a pedido do Rei Minos. Minos descumpriu uma promessa feita ao deus Poseidon, e para castigá-lo, fez com que a mulher do rei se apaixonasse perdidamente por um touro. 

Ela acabou dando a luz ao Minotauro, uma criatura com cabeça de touro e corpo de homem, que cresceu ferroz e devorando seres humanos. O rei Minos então pediu ao arquiteto que criasse um labirinto no palácio para aprisionar a criatura. 

Palácio do Minotauro, Knossos Ilha de Creta Grécia Mitologia grega Blog da Ana Cassiano Viagem pela grécia com a família anacassiano.com.br

Acredita-se que a lenda tenha surgido no Palácio de Knossos porque ele era como um labirinto: enorme e cheio de cômodos (tinha mais de 1000!)

Na história real, houve um primeiro palácio, construído em 2000 AC, que foi destruído por um terremoto entre 1700 e 1600. Outro edifício, ainda maior, foi construído no local. Por volta de 400 A.C. o palácio foi novamente destruído, acredita-se que por um incêndio causado pela erupção do vulcão de Thira (hoje Santorini).

Em 1900, o arqueólogo inglês Arthur Evans comandou uma restauração das ruínas do palácio para dar aos visitantes uma noção de como era a vida em Creta na época minoica (a Era do Rei Minos).

        Como o sítio arqueológico é hoje.

 

      Reconstituição do castelo como era originalmente.

 

Logo na entrada do palácio, tem uma parreira muito bonita que forma um corredor comprido e fresquinho debaixo daquele calor todo. Fiquei imaginando quantos anos essa parreira teria. Não deve ser pouco não.

A entrada principal do sítio arqueológico mostra colunas com uma parede decorada com um afresco que remetem à uma procissão religiosa.

Outro afresco que faz parte da entrada do palácio é de um príncipe usando uma coroa de lírios e plumas.

O Chifre da Consagração é um símbolo do Touro Sagrado.

Essa parte do Palácio era decorada com o afresco do Touro Atacando.

Acredita-se que o labirinto do Minotauro ficava na parte de baixo do Palácio.

O sítio arqueológico mostra a complexidade da construção, com saneamento de esgoto e distribuição de água.

O Palácio de Knossos é um passeio que dura a metade de um dia. A entrada é barata, custa 6 euros. Tem estacionamento ao lado e vi pontos de ônibus na frente, para quem estiver de transporte público. 

Em frente à bilheteria tem lojinhas de souvenirs e restaurantes. Como fica próximo de Heráklion, muita gente vem de outras ilhas da grécia para fazer um bate volta. Em Heráklion tem um porto com várias linhas de ferry boat ligando Creta às outras ilhas. 

 

Leia também:

Ilha de Rodos     

Ilha de Creta

Santorini

Ler filosofia grega na Grécia faz mais sentido

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.